PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


Manipulação inadequada de materiais dificulta progressos contra o cancro
2012-05-13
Fonte: Wall Street Journal

Uma pesquisa que envolveu a Universidade de Londres, em Inglaterra, conclui que muitos dos entraves nas investigações na área oncológica têm origem em diversos erros que podem ser cometidos em laboratório.

A manipulação não cuidada dos materiais, a sua esterilização inadequada, distrações, má interpretação dos rótulos ou a incorreta identificação das linhagens de células tumorais utilizadas, e erros na digitação de registos, são algumas das causas para os entraves no âmbito da investigação contra o cancro.

Os cientistas apontam, em especial, a incorreta identificação da linhagem de células cancerígenas, marcadas como se pertencessem a um determinado tumor, mas que mais tarde se revelam como pertencentes a outro tipo de cancro, como uma das problemáticas que mais tem contribuído para dificultar as pesquisas nesta área, travando o desenvolvimento de novas terapias.

John Masters, um dos cientistas envolvido no estudo, assegura que quase 20% da linhagem celular utilizada nas investigações é erradamente identificada em laboratório, o que pode ter como consequências diretas o desenvolvimento de tratamentos desadequados.
 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
 
 
 
1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30
 
 
01 Julho
No dia 1 de julho, a Fundação Rui Osório de Castro (FROC) organiza o seu evento anual de angariação...
22 Setembro
A 22 de setembro, a Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) irá organizar um evento onde a realidade...
26 Outubro
De 26 a 29 de outubro, decorrer o 14º Congresso Nacional de Oncologia, sob o tema “Oncologia na Era...
banner
© 2017PIPOP - Todos os direitos reservados.