PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


Vacina de ADN será testada contra leucemia
2011-03-22
Fonte: Express Health Care

Cientistas da Universidade de Southampton, no Reino Unido, anunciaram recentemente um novo tratamento contra o cancro que fortalece o sistema imunológico dos doentes e que lhes permite lutar contra a doença de forma mais eficaz, através do recurso a uma vacina de ADN.

Os primeiros testes com a vacina de ADN vão começar com um grupo de voluntários que sofrem de leucemia mielóide aguda ou crónica. Os cientistas admitem controlar a doença vacinando os doentes contra um gene frequentemente associado ao cancro (gene 1 do tumor de Wilms), encontrado em quase todas as leucemias agudas e crónicas.

Para o estudo, que será feito em colaboração com outras entidades, serão avaliados até 180 doentes tratados nos hospitais de Southampton, Londres e Exeter, no Reino Unidos, durante os próximos dois anos.

Christian Ottensmeier, oncologista e docente na Universidade de Southampton, explica que os tratamentos actuais contra a leucemia mielóide crónica conseguem bloquear a propagação do tumor, no entanto, obrigam a uma toma sucessiva por tempo indeterminado e têm efeitos secundários severos. 

O tratamento com recurso à vacina de ADN é seguro e já se mostrou efectivo na activação do sistema imunológico em doentes com cancro de próstata, intestino e pulmão, motivo pelo qual os investigadores estão optimistas quanto aos bons resultados que podem ser apurados para as leucemias mielóide aguda e crónica.

Os cientistas lembram que há mais de dez anos que são utilizadas como terapias de primeira linha de tratamento da leucemia inibidores da tirosina quinase, mas estes fármacos raramente conseguem "curar" a doença. 

Durante o estudo, cada participante receberá seis doses de vacina de ADN por um período de seis meses, com possibilidade de doses de reforço. A vacina será administrada de uma forma inovadora, utilizando a técnica de eletroporação, através da qual impulsos eléctricos, controlados e rápidos criam permeabilidade das membranas celulares e permitem maior absorção do material biológico após a sua injecção no tecido muscular e pele.
 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31
 
 
 
 
25 Janeiro
A próxima reunião científica do Centro de Investigação em Meio Ambiente, Genética e Oncobiologia...
21 Fevereiro
No dia 21 de fevereiro, o Auditório Biblioteca Orlando Ribeiro, em Lisboa, recebe o Fórum Cancro...
22 Fevereiro
O Fórum Cancro Pediátrico 2018 realiza-se no dia 21 de fevereiro, em Lisboa. A iniciativa é...
banner
© 2018PIPOP - Todos os direitos reservados.