PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


Aumentam taxas de sobrevivência entre doentes oncológicos
2012-04-12
Fonte: press release

Uma análise recente do Instituto Português de Oncologia do Porto (IPO-Porto) revelou um aumento das taxas de sobrevivência de doentes diagnosticados com cancro no país. Nos casos pediátricos, o relatório sublinha que, aos cinco anos, “a taxa de sobrevivência situou-se nos 63% para jovens e adultos e de 74,6% para as crianças”.

A avaliação dos clínicos do IPO-Porto surgiu de uma análise efetuada entre 2005 e 2006 e que avaliou 10.286 pacientes oncológicos. A pesquisa ressalva que aos cinco anos, período que representa uma elevada probabilidade de cura, a taxa de sobrevivência para jovens e adultos é de 63% e de 74,6% para as crianças.

Do total de casos analisados, os doentes integraram dois grupos, um de jovens e adultos (com idade igual ou superior a 15 anos) e outro composto por crianças (menores de 15 anos).

Laranja Pontes, presidente do Conselho de Administração da unidade, defende que os resultados agora conhecidos vão permitir "refletir sobre os tratamentos e metodologias aplicados aos doentes".

O IPO Porto é a primeira instituição de oncologia a publicar este tipo de dados a nível nacional. Os resultados do estudo podem ser consultados no portal oficial do IPO-Porto.
 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
 
 
 
1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28
 
 
 
 
24 Fevereiro
O 4.º Seminário de Oncologia Pediátrica, organizado pela Fundação Rui Osório de Castro, realiza-se...
15 Março
O III Congresso Internacional de Imagem Médica e Radioterapia realiza-se em Castelo Branco, entre...
16 Março
O Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancro irá organizar, em Coimbra, no dia 16...
banner
© 2018PIPOP - Todos os direitos reservados.