PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


Sobreviventes de cancro infantil devem ser apoiados financeiramente
2018-08-07
Fonte: Market Watch

Uma criança ser diagnosticada com cancro é um dos piores pesadelos dos pais e sobreviver à doença pode parecer um milagre. Mas os desafios não terminam quando os jovens recebem alta médica. 

Anos após o cancro, os problemas financeiros impedem que os sobreviventes procurem assistência médica ou medicamentos.

Mais de um quinto de sobreviventes disse que o cancro infantil afetou o seu bem-estar financeiro mais tarde na vida, segundo um estudo publicado pelo St. Jude Children’s Research Hospital, nos Estados Unidos, que incluiu quase 3 mil sobreviventes de cancro pediátrico, com idades entre os 18 e os 65 anos. 

Mais de metade disse estar preocupado com o pagamento de cuidados de saúde e um terço disse que os seus problemas financeiros os impediam de procurar atendimento médico. 

Desafios financeiros podem ser perigosos para o bem-estar físico e mental dos sobreviventes. Além de atrasarem, ou não receberem, a assistência médica de que necessitam, as dificuldades financeiras podem causar sofrimento psicológico aos sobreviventes, observou o relatório. Os riscos também incluem o planeamento deficiente para os custos de reforma, a dificuldade em obter seguros de saúde e uma qualidade de vida geral reduzida.

Os investigadores analisaram as três principais consequências financeiras do cancro infantil nos sobreviventes: dificuldades financeiras e pagamento de cuidados médicos, preocupações contínuas sobre o custo dos cuidados médicos e o seu estado de espírito. Cerca de 65% dos sobreviventes disseram que tinham um problema em, pelo menos, uma dessas categorias, 56% disseram ter problemas em duas dessas áreas, enquanto 9% disseram ter problemas com os três.

O St. Jude Children’s Research Hospital está a desenvolver uma ferramenta para identificar pacientes que podem precisar de ajuda financeira e, enquanto isso, recomenda que os profissionais de saúde façam perguntas aos pacientes sobre se eles podem pagar os medicamentos, sem que tenham de comprometer outros compromissos por razões económicas.

A comunicação sincera é fundamental. Alguns pacientes não contam aos seus médicos a verdade sobre as suas dificuldades financeiras, de acordo com um relatório feito pela Universidade do Texas, nos Estados Unidos. 

"Precisamos de ajudar este grupo de pessoas com dificuldades financeiras a pensar no futuro", disseram os investigadores. 
 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31
 
 
 
 
24 Outubro
Entre os dias 24 e 26 de outubro realiza-se, Centro de Congressos do Estoril, o 19.º...
25 Outubro
Entre os dias 25 e 27 de outubro, a Associação Portuguesa de Cuidados Paliativos e o IPO do...
16 Novembro
Entre os dias 16 e 19 de novembro, realiza em Quioto, no Japão, o 50.º Congresso da Sociedade...
banner
© 2018PIPOP - Todos os direitos reservados.