PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


Especialista alerta para necessidade de parceria entre oncologista e cardiologista no tratamento do cancro infantil
2017-11-17
Fonte: SEGS

Uma especialista brasileira, coordenadora do Comité de Cardio-Oncologia da Sociedade Brasileira de Oncologia Pediátrica (SOBOPE), alertou para a necessidade de existirem parcerias entre oncologistas e cardiologistas no que toca ao tratamento do cancro infantil.

De acordo com Maria Verónica Câmara dos Santos, “os quimioterápicos, especialmente as antraciclinas, e o tratamento radioterápico, apesar de exercerem um efeito importante numa possível cura, são fatores de complicação no sistema cardiovascular. Crianças, assim como idosos, são mais vulneráveis a esses efeitos secundários”.

A coordenadora explica que o coração da criança é especialmente sensível aos efeitos tóxicos do tratamento, por conta de fatores inerentes ao constante processo de crescimento e desenvolvimento corporal.

A especialista lembrou ainda que a insuficiência cardíaca é a mais frequente entre as complicações decorrentes da doença e tratá-la pode ser um grande desafio: “em alguns casos, o tratamento oncológico precisa ser modificado, ou até mesmo interrompido, para dar lugar ao tratamento cardiológico”, explica.

É por esta explicação que a médica entende ser fundamental a parceria entre um médico oncologista e um cardiologista, de forma a proporcionar uma maior segurança no tratamento do cancro infantil. Daí que o acompanhamento do paciente antes, durante e após o tratamento pode ajudar no controlo de eventuais efeitos secundários.

“Muitas das complicações podem ser prevenidas com o uso de medicamentos específicos e, se diagnosticadas em tempo útil, as hipóteses de controlo e tratamento são bastante elevadas. Alguns pacientes passam pelo tratamento de forma aparentemente tranquila e só manifestam as complicações meses ou anos após o tratamento.” E é por isso que “o acompanhamento com um cardiologista” é tão importante.

Segundo as estatísticas, as complicações cardíacas são a terceira causa de morte de pacientes oncológicos.
 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
 
 
 
 
1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31
19 Janeiro
O 18.º Seminário do Centro de Desenvolvimento da Criança realiza-se nos dias 19 e 20 de janeiro, em...
25 Janeiro
A próxima reunião científica do Centro de Investigação em Meio Ambiente, Genética e Oncobiologia...
11 Abril
O 8.º Congresso Europeu de Cancro da Cabeça e Pescoço (8th European Congress on Head and Neck...
banner
© 2017PIPOP - Todos os direitos reservados.