PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


Escola tenta realizar desejos de menino que pediu vacina contra o cancro ao Pai Natal
2017-11-14
Fonte: G1 Globo

Aos 7 anos, Gabriel da Rosa, hoje com 10, foi diagnosticado com um tumor na cabeça que lhe retirou parte da visão. Nesse mesmo ano, o menino de Blumenau, no Brasil, juntamente com os colegas da sua escola, escreveu uma carta ao Pai Natal onde dizia “Querido Papai Noel. O meu nome é Gabriel Martinelle da Rosa. Eu queria ganhar uma vacina. Eu tenho cancro. Eu tenho medo de morrer, sei que é muito ruim”.

A carta sensibilizou toda a comunidade escolar que, ao sentir-se impotente perante o pedido do menino, uniu esforços para angariar verbas suficientes para custear, durante um ano, o tratamento do menino.

Depois de feitos os tratamentos, o rapaz acabou por perder parte da visão, mas isso não o impediu de continuar a sua luta: “Eu fiquei normal, porque eu não podia fazer nada na hora, era para o meu melhor”.

Agora, sem poder ser submetido a uma cirurgia, e como a vacina que, segundo os médicos, poderia neutralizar o crescimento do tumor, é demasiado dispendiosa, a escola voltou a arregaçar as mangas, e concretizou o segundo e terceiro pedidos que Gabriel tinha feito ao Pai Natal: uma consola de jogos e 20 barras de chocolate.

Depois de receber os presentes, Gabriel dividiu os chocolates com os colegas, dois professores e o diretor da escola.

Segundo a direção da escola, as pessoas que doaram os presentes pediram para manter a identidade em sigilo.
 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
 
1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31
 
 
 
26 Maio
No próximo dia 26 de maio, a Associação Portuguesa de Neurofibromatose (APNF) irá promover o 15º...
27 Maio
No próximo dia 27 de maio, a Liga Portuguesa Contra o Cancro quer bater o record do Guiness com a...
01 Junho
Está agendada para dias 1 e 2 de junho de 2018 a 11.ª Reunião Anual da Associação de Enfermagem...
banner
© 2018PIPOP - Todos os direitos reservados.