PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


Existem “demasiadas burocracias” no acesso aos direitos dos doentes oncológicos, revela inquérito
2017-11-01
Fonte: Lusa

A Sociedade Portuguesa de Oncologia (SPO) promoveu um inquérito de forma a “analisar a perceção dos doentes e sobreviventes de doença oncológica sobre os cuidados de saúde em oncologia”.

Sob o tema “Cuidados de Saúde em Oncologia: a visão dos doentes”, a sondagem revelou que 56% dos inquiridos considera que lhes são exigidas “demasiadas burocracias” para que tenham acesso aos seus direitos consagrados por lei.

O inquérito mostrou ainda que 71% dos inquiridos considera que a luta contra o cancro não é uma prioridade para a classe política em Portugal e que 60% dos participantes acredita que o Governo não faz o investimento necessário para garantir aos doentes o acesso a terapêuticas mais avançadas e eficazes.

Com a participação de 333 pessoas, doentes e pessoas com antecedentes de doença oncológica, o inquérito analisou ainda, entre outras, questões ligadas às maiores preocupações dos doentes em relação à doença e ao impacto desta no dia a dia destas pessoas.
 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
 
 
 
1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28
 
 
 
 
21 Fevereiro
O Fórum Cancro Pediátrico 2018 realiza-se no dia 21 de fevereiro, em Lisboa. A iniciativa é...
22 Fevereiro
O 26.º Encontro de Pediatria, organizado pela ASIC - Associação de Saúde Infantil de Coimbra,...
24 Fevereiro
O 4.º Seminário de Oncologia Pediátrica, organizado pela Fundação Rui Osório de Castro, realiza-se...
banner
© 2018PIPOP - Todos os direitos reservados.