PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


Adolescente que ultrapassou leucemia utiliza YouTube para contar a sua história
2017-10-02
Fonte: Noticias ao Minuto

Celeste Iannelli, uma jovem de 14 anos que ultrapassou uma leucemia, está a utilizar o YouTube para contar a sua história. 

A adolescente é natural de Ramos Mejía, na Argentina, e foi diagnosticada com a doença há cerca de um ano; depois de ter sido submetida a tratamentos de quimioterapia, Celeste conseguiu superar a doença e deu início a um canal no YouTube, intitulado Celesteiann, que conta já com mais de três mil subscritores. 

Através deste canal, Celeste partilha a sua história, ao mesmo tempo que ajuda na consciencialização da população em relação à doença. No Celesteiann, a jovem partilha vídeos onde fala sobre o seu percurso, os seus tratamentos e incentiva os seus seguidores a doarem medula óssea. 

Celeste explica que as pessoas “não sabem que ao doar medula óssea estão a salvar vidas. São três passos simples: assinar o consentimento, tirar sangue e esperar que um paciente seja compatível com o dador. 

Uma das principais motivações da jovem foi ter visto outros adolescentes que padeciam com a mesma doença a fazerem vídeos onde explicavam a sua luta; Celeste revelou que após a visualização desses vídeos, resolveu contar a sua história, mas de uma forma o mais divertida possível, deixando de lado toda a negatividade associada à leucemia e ao tratamento da doença.
 
Agora, com 14 anos e livre da doença, Celeste pensa em seguir Produção Audiovisual e continuar com os seus vídeos.
 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
 
 
 
 
 
 
1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31
 
 
 
 
 
21 Setembro
Nos dias 21 e 22 de setembro, a Liga Portuguesa Contra o Cancro organiza, em Lisboa, o I Congresso...
03 Outubro
Entre os dias 3 e 5 de outubro, realiza-se em Foz do Iguaçu, no Brasil, o XVI Congresso Brasileiro...
12 Novembro
Nos dias 12 e 13 de novembro, realiza-se, em Lisboa, o Congresso Mundial de Oncologia Pediátrica e...
banner
© 2018PIPOP - Todos os direitos reservados.