PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


FDA aprova terapia "histórica" para combater leucemia em jovens pacientes
2017-09-01
Fonte: Diário de Noticias

O regulador de saúde norte-americano (FDA) aprovou o Kymriah, um medicamento produzido pela Novartis, que combate a leucemia em pacientes com até 25 anos.

Considerada “histórica”, esta aprovação é referente ao medicamento que envolve a manipulação de células dos próprios pacientes para combater a doença, sendo a primeira terapia com genes a ser permitida nos Estados Unidos.

O Kymriah será usado em crianças e jovens cuja doença não respondeu aos tratamentos tradicionais, embora também esteja a ser planeada a sua utilização para outras doenças e novos tratamentos relativos ao cancro.

A terapia, desenvolvida pela Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos, é um processo complexo que utiliza células T, extraídas de pacientes e enviadas para um centro para serem modificadas; de seguida, são incluídos novos genes que direcionam as células T para atacarem a leucemia, sendo colocadas novamente no corpo do paciente.

No estudo, que contou com cerca de 60 pacientes, o medicamento resultou numa remissão em 80% dos casos. Contudo, e devido aos riscos associados, a FDA requer que os funcionários dos hospitais estejam especialmente treinados.

A Novartis ainda não revelou preços, mas está já a ser pressionada sobre o custo do medicamento, pois as primeiras informações indicam que estes possam chegar aos 475 mil dólares (cerca de 398 mil euros) por paciente.
 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31
 
 
 
 
19 Janeiro
O 18.º Seminário do Centro de Desenvolvimento da Criança realiza-se nos dias 19 e 20 de janeiro, em...
25 Janeiro
A próxima reunião científica do Centro de Investigação em Meio Ambiente, Genética e Oncobiologia...
21 Fevereiro
No dia 21 de fevereiro, o Auditório Biblioteca Orlando Ribeiro, em Lisboa, recebe o Fórum Cancro...
banner
© 2018PIPOP - Todos os direitos reservados.