PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


Cientistas fazem avanços na compreensão da leucemia mieloide aguda
2017-06-29
Fonte: Medical Xpress

Um estudo realizado em parceria pelas Universidades de Birmingham e de Newcastle, ambas no Reino Unido, estudou o ADN de dois tipos de leucemia mieloide aguda e descobriu algo que pode melhorar a compreensão da comunidade científica em relação à doença. 

A investigação fez uma descoberta sobre a forma como diferentes mutações genéticas causam a leucemia mieloide aguda, um esforço que serviu para explicar como o prognóstico clínico pode diferir. 

Pelo facto da doença envolver diferentes doenças responsáveis por mutações genéticas, alguns doentes respondem melhor a determinados tratamentos que outros; assim, e ao utilizarem tecnologia molecular de ponta, os cientistas descobriram de que forma dois oncogenes diretamente relacionados têm diferentes formas de reprogramar as células, enviando-as numa espiral fora de controlo. 

Os cientistas estudaram todos os genes dentro da leucemia para investigar o porquê de dois tipos da doença com mutações no mesmo gene apresentarem um perfil clínico completamente diferente.

O estudo foi publicado na Cell Reports e mostrou que a manutenção do estado leucémico destes dois tipos de leucemia mieloide aguda é dependente de diferentes conjuntos de genes normais; ou seja, para os especialistas, identificar uma rota para o desenvolvimento de tratamentos personalizados para pacientes com diferentes mutações que causam a doença é o caminho a seguir para que se possam eliminar os tumores.
 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
 
 
1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30
 
 
 
banner
© 2017PIPOP - Todos os direitos reservados.