PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


Terapia experimental para leucemia infantil ganha estatuto de revisão rápida da FDA
2017-04-03
Fonte: Reuters

A farmacêutica suíça Novartis recebeu o estatuto de revisão prioritária por parte do regulador de saúde norte-americano (FDA) para um novo tratamento de leucemia que afeta crianças e jovens adultos.

Em causa estará a terapia com células T de recetores de antígenos quiméricos, designada por CTL019, que foi desenvolvida com o objetivo de tratar pacientes jovens com leucemia linfoblástica aguda de células B.

A terapia envolve recolher as células T do paciente, modificá-las em laboratório para ajudar o sistema imunológico a encontrar e matar as células B da leucemia e, em seguida, reintroduzi-las no paciente.

Um estudo de Fase II concluiu que 82% dos pacientes infundidos com células CAR-T alcançaram a remissão completa ou remissão completa com recuperação incompleta da contagem de sangue três meses após o tratamento. 

Em dezembro, a Novartis estimou que 60% desses pacientes não apresentavam recidiva seis meses após o tratamento.

O estatuto atribuído pela FDA significa que o regulador pretende tomar a sua decisão no prazo de seis meses.
 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
 
 
 
 
 
 
1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30
 
 
 
 
 
 
26 Abril
A 25.ª edição do Porto Cancer Meeting está agendada para os dias 26 e 27 de abril, subordinada ao...
09 Maio
De 9 a 11 de maio, realizam-se as XIX Jornadas de Pediatria de Évora, subordinadas ao tema...
10 Maio
O 3.º Congresso Internacional da Associação Portuguesa de Investigação em Cancro (ASPIC) realiza-se...
banner
© 2018PIPOP - Todos os direitos reservados.