PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


Programa do IPO do Porto avalia benefícios e custos da terapêutica em função da sua eficácia
2017-01-11
Fonte: RTP

O Instituto Português de Oncologia Francisco Gentil do Porto (IPO do Porto) tem em marcha o primeiro sistema de avaliação de tecnologias de saúde em Portugal, um projeto que mede os efeitos de medicamentos, cirurgias e outros dispositivos na qualidade de vida dos doentes.

O Cancer Value Label é um programa que pretende adaptar os custos dos recursos utilizados aos benefícios para os doentes. O projeto pretende analisar de perto os 200 a 300 tratamentos diários realizados naquele instituto e é transversal a todos os serviços.

“Quer seja do tratamento ou da técnica, tem que haver resultados sobre as terapêuticas administradas”, salienta Laranja Pontes, presidente do Conselho de Administração do IPO do Porto, que explica que a ideia é perceber e distinguir as técnicas, cirurgias ou dispositivos médicos que produzam resultados imediatos eficazes e representem maior qualidade de vida, e as que se mantêm aquém das expectativas, para concluir sobre a necessidade de manter o financiamento de terapêuticas que não se revelem eficazes a curto prazo. 

O modelo inovador de avaliação de tecnologias de saúde cria assim uma fórmula e define quais as terapêuticas que devem ser mantidas, alteradas ou substituídas, a fim de garantir melhores cuidados aos pacientes.

Distinguir a melhor inovação, garantir o acesso aos melhores tratamentos e a melhoria a qualidade de vida são as premissas deste programa.

Numa altura em que é necessária uma cuidadosa avaliação dos custos de financiamento, Laranja Pontes confirma que o projeto permite ainda negociar com os laboratórios os aumentos dos medicamentos: “se aquilo que nos oferecem dá um incremento de 5% não podem pedir um aumento do preço de 500%”.

O Cancer Value Label foi certificado e publicado pela Ecancer Medical Science, uma das maiores plataformas globais da informação científica em cancro. Este reconhecimento permite ao modelo do IPO do Porto ser aplicado em qualquer unidade pública ou privada em paralelo com outros sistemas europeus.
 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
 
 
1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30
 
 
 
banner
© 2017PIPOP - Todos os direitos reservados.