PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


Estudo com robô que ajuda crianças internadas vence prémio
2016-07-01
Fonte: press release

Cinco investigadores nacionais e internacionais desenvolveram um estudo piloto para facilitar a empatia com robôs de serviço.
 
Emília Duarte, Luís Teixeira, Hande Ayanoğlu e Magda Saraiva, investigadores da UNIDCOM, unidade de investigação do IADE – Creative University, e Angela Giambattista, da Second University of Naples (Itália), acabam de arrecadar o prémio de Melhor Paper na quinta edição da Conferência Internacional em Design, Experiência do Utilizador e Usabilidade. 

“Expression of Emotions by a Service Robot: A Pilot Study” foi o projeto que mereceu a distinção. O galardão vai ser entregue no dia 19 de julho, em Toronto, no Canadá, durante a conferência Human-Computer Interation (HCI) International 2016.
 
O paper apresenta um estudo piloto que tem como grande objetivo estudar o design emocional dos robôs de serviço. Para isso, foi feita uma parceria com o Laboratório de Robótica do Instituto Superior Técnico da Universidade de Lisboa, responsável pelo desenvolvimento do robô Gasparzinho, que se encontra em testes no Instituto Português de Oncologia Francisco Gentil de Lisboa (IPO de Lisboa) com crianças internadas.

Com o apoio dos alunos da licenciatura em design do IADE, os investigadores quiseram perceber como é que este robô poderia comunicar oito emoções básicas, como a tristeza, a alegria ou o medo que, quando combinadas, se tornam emoções complexas e representam o espetro emocional humano.
 
Os dados recolhidos foram depois transpostos para um modelo em realidade virtual do robô, criado no laboratório da UNIDCOM, e apresentado a um grupo de estudantes do IADE diferente do primeiro. Foi pedido que esses jovens identificassem cada uma das emoções expressas pela máquina, sendo que os resultados mostram que os participantes tiveram alguma dificuldade em identificar corretamente todas as emoções, mas estabeleceram empatia com o robô. 

No futuro, o objetivo é melhorar as capacidades de comunicação do robô para este possa estabelecer formas mais ricas de interação com as crianças hospitalizadas e melhorar a sua qualidade de vida.

A distinção sublinha mais uma vez o trabalho pioneiro desenvolvido pela unidade de investigação e laboratório de realidade virtual do IADE. Por isso mesmo, o instituto universitário vai lançar, no próximo ano letivo, um mestrado em Design de Interação que oferece aos alunos a oportunidade de serem os criadores do futuro num mundo fabricado e terem um impacto positivo na sociedade e na qualidade de vida das pessoas.
 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
 
 
 
 
1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31
19 Janeiro
O 18.º Seminário do Centro de Desenvolvimento da Criança realiza-se nos dias 19 e 20 de janeiro, em...
25 Janeiro
A próxima reunião científica do Centro de Investigação em Meio Ambiente, Genética e Oncobiologia...
11 Abril
O 8.º Congresso Europeu de Cancro da Cabeça e Pescoço (8th European Congress on Head and Neck...
banner
© 2017PIPOP - Todos os direitos reservados.