PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


IPO do Porto pede financiamento do Estado para tratamentos orais
2016-04-21
Fonte: Jornal de Notícias

O Instituto Português de Oncologia do Porto (IPO do Porto) gasta mais de oito milhões de euros por ano em terapêuticas orais, inovadoras e mais confortáveis para o doente, que não fazem parte dos contratos-programa assinados com a tutela.

Aproveitando a presença do secretário de Estado da Saúde, Manuel Delgado, na celebração dos 42 anos do instituto, que decorreu na passada segunda-feira, 18 de abril, o presidente da instituição, Laranja Pontes, pediu uma solução para esta "questão difícil de resolver", que se arrasta há vários anos e que já obrigou o instituto a devolver cerca de 60 milhões de euros à Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS).

"Vamos ver que tipo de medicação se trata e o que é que a Administração do IPO do Porto pretende", afirmou o secretário de Estado da Saúde, acrescentando que “será analisada a possibilidade de se abrir uma linha de financiamento específica para [assegurar terapêuticas orais para] os doentes oncológicos”. 
 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
 
 
 
 
 
1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31
 
 
 
 
 
 
22 Setembro
A 22 de setembro, a Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) irá organizar um evento onde a realidade...
25 Outubro
Entre os dias 25 e 27 de outubro, a cidade do Porto irá acolher o 18.º Congresso Nacional de...
26 Outubro
De 26 a 29 de outubro, decorrer o 14º Congresso Nacional de Oncologia, sob o tema “Oncologia na Era...
banner
© 2017PIPOP - Todos os direitos reservados.