PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


Dádivas de sangue registam queda há cinco anos
2016-03-30
Fonte: Jornal de Notícias

O número de dadores e de dádivas de sangue em Portugal tem vindo a diminuir drasticamente desde há cinco anos.

A Federação Portuguesa de Dadores Benévolos de Sangue afirma que a descida começou no final de 2010, em muito devido ao fim da isenção das taxas moderadoras nos hospitais para os dadores, e que se manteve até ao final do ano passado.

Os dados disponibilizados pelo Instituto Português do Sangue e da Transplantação (IPST) confirmam o fenómeno: se em 2009 o instituto recebeu cerca de 250 mil dádivas, em 2015 o número fixou-se nas 193 716.

Apesar dos dados, Hélder Trindade, presidente do IPST, garante que não há motivo para alarme. “Sabemos que o número de dádivas consumíveis está a diminuir, mas não tem havido qualquer problema porque o consumo de sangue também baixou”.

“A gestão do sangue tem que ser feita em função daquilo que é necessário e, felizmente, estamos com bons níveis de reservas”, destacou ainda Hélder Trindade.
 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
 
 
 
1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28
 
 
 
 
24 Fevereiro
O 4.º Seminário de Oncologia Pediátrica, organizado pela Fundação Rui Osório de Castro, realiza-se...
15 Março
O III Congresso Internacional de Imagem Médica e Radioterapia realiza-se em Castelo Branco, entre...
16 Março
O Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancro irá organizar, em Coimbra, no dia 16...
banner
© 2018PIPOP - Todos os direitos reservados.