PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


Cancro lidera aumento de 94% em despesas com doenças raras entre 2007 e 2014
2016-02-05
Fonte: Jornal i

A despesa com medicamentos órfãos, destinados às doenças raras, aumentou 94% entre 2007 e 2014, revela um estudo da Autoridade Nacional do Medicamento (Infarmed). 

Segundo o relatório, a despesa com estes medicamentos foi de 74,9 milhões de euros em 2014, representando 7,8% dos encargos hospitalares com fármacos. A área da oncologia teve o maior peso nesses gastos (38%).

Os medicamentos órfãos são os que se destinam ao diagnóstico, prevenção ou tratamento de doenças raras que afetem até cinco em cada dez mil habitantes. 
 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
 
 
 
1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30
 
 
01 Julho
No dia 1 de julho, a Fundação Rui Osório de Castro (FROC) organiza o seu evento anual de angariação...
22 Setembro
A 22 de setembro, a Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) irá organizar um evento onde a realidade...
26 Outubro
De 26 a 29 de outubro, decorrer o 14º Congresso Nacional de Oncologia, sob o tema “Oncologia na Era...
banner
© 2017PIPOP - Todos os direitos reservados.