PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


Falta de recomendação dos pediatras contribui para baixas taxas de vacinação contra HPV
2016-01-07
Fonte: Medical Xpress

Um estudo realizado nos Estados Unidos chegou à conclusão que as baixas taxas de vacinação da vacina de prevenção contra o cancro cervical provocado pelo papilomavírus humano (HPV) se devem, em boa parte, à reduzida recomendação de pediatras e médicos de família sobre a vacinação em jovens adolescentes.

Num artigo publicado na revista Pediatrics, os cientistas indicam que um inquérito realizado a mais de 600 médicos norte-americanos concluiu que mais de um terço não recomenda a sua administração aos 11 e 12 anos de idade e estão mais de acordo em sugerir a toma da vacina apenas a crianças mais velhas e, sobretudo, a meninas.

A pesquisa da Universidade do Colorado sugere assim que as recomendações do Governo para que meninas e meninos recebam a vacina aos 11 ou 12 anos, uma vez que esta é mais eficaz se for administrada antes de os jovens iniciarem a sua vida sexual, não reúne unanimidade entre os médicos.
 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
 
 
 
1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28
 
 
 
 
22 Fevereiro
O 26.º Encontro de Pediatria, organizado pela ASIC - Associação de Saúde Infantil de Coimbra,...
24 Fevereiro
O 4.º Seminário de Oncologia Pediátrica, organizado pela Fundação Rui Osório de Castro, realiza-se...
15 Março
O III Congresso Internacional de Imagem Médica e Radioterapia realiza-se em Castelo Branco, entre...
banner
© 2018PIPOP - Todos os direitos reservados.