PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


Consultas de 20 minutos não permitem ao doente oncológico perceber a doença
2015-11-12
Fonte: Lusa

As consultas de 20 minutos são insuficientes para que os doentes oncológicos compreendam a doença, afirma a Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC).

A Liga considera que as consultas de oncologia têm que ter duração suficiente para que o doente e familiares possam ficar esclarecidos sobre as alternativas terapêuticas existentes e, desta forma, poderem decidir conscientemente qual o tratamento mais adequado. 

“A nós [LPCC] preocupa mais incutir no doente que tenha um papel ativo na decisão, no que vai acontecer, nos atos médicos participados, e que a equipa médica olhe para o doente e não para a doença. Há pouco tempo para o diálogo com o doente e é necessário. Não é possível com 20 minutos para cada doente”, afirmou o médico oncologista Carlos Oliveira, presidente do Núcleo Regional do Centro da LPCC.

Segundo explicou o especialista, esta é uma das alterações possíveis e necessárias na área da oncologia, que assiste a um aumento dos casos de cancro, mas também do número de sobreviventes, e que precisa de mudar o paradigma dos cuidados médicos, centrando-os no doente e não na doença.
 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
 
 
 
1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28
 
 
 
 
24 Fevereiro
O 4.º Seminário de Oncologia Pediátrica, organizado pela Fundação Rui Osório de Castro, realiza-se...
15 Março
O III Congresso Internacional de Imagem Médica e Radioterapia realiza-se em Castelo Branco, entre...
16 Março
O Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancro irá organizar, em Coimbra, no dia 16...
banner
© 2018PIPOP - Todos os direitos reservados.