PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


Canadá testa nova abordagem capaz de beneficiar crianças com tumores sólidos ou leucemia
2015-10-29
Fonte: Medical Xpress

Um grupo de cientistas da Universidade de Montreal, no Canadá, tem vindo a testar uma nova combinação de fármacos, a fim de garantir uma maior esperança de vida e cura a quase 20% das crianças que não respondem a tratamentos padrão contra tumores sólidos ou leucemia refratária ou recorrente (tipo de tumor que afeta as células do sangue).

O estudo de Fase I está a decorrer no Centro de Investigação Sainte-Justine daquela universidade e é o primeiro do mundo a envolver crianças com estas patologias. Atualmente, estão a ser testados 12 pacientes entre os 2 e os 20 anos de idade.

O ensaio pretende avaliar a eficácia da combinação da decitabina e genisteína - desenvolvida no Instituto Nacional de Pesquisa Científica canadiano – dois medicamentos que já são utilizados em regime de monoterapia no tratamento do cancro. 

A ação combinada dos dois compostos permitirá impulsionar os tratamentos, reprogramando as células cancerígenas e travando a sua progressão. A abordagem terapêutica atua especificamente sobre alterações epigenéticas, como a hipermetilação do ADN, que é responsável por desligar a função de genes supressores de tumor.

Se os resultados da primeira fase se revelarem promissores e assim que a dose ótima for identificada, a equipa planeia avançar para um ensaio de fase II noutros centros de oncologia pediátrica no Canadá. 
 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
 
 
 
1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28
 
 
 
 
24 Fevereiro
O 4.º Seminário de Oncologia Pediátrica, organizado pela Fundação Rui Osório de Castro, realiza-se...
15 Março
O III Congresso Internacional de Imagem Médica e Radioterapia realiza-se em Castelo Branco, entre...
16 Março
O Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancro irá organizar, em Coimbra, no dia 16...
banner
© 2018PIPOP - Todos os direitos reservados.