PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


Laboratório ibérico cria nanodispositivo capaz de detetar células tumorais
2015-09-22
Fonte: Jornal de Notícias

O Instituto Ibérico Internacional de Nanotecnologia (INL) criou um conjunto de aplicações inovadoras para as áreas da saúde, ambiente, agroalimentar e outras, no âmbito do projeto Loc4bio (Labo n Chip for Bio), entre as quais se destaca um nanodispositivo que pode ser usado no diagnóstico de cancro.

O projeto tem aplicação na área da biomedicina e pode ser utilizado para diagnosticar células cancerígenas e impedir a sua propagação pelo corpo e a formação de metástases. 

Paulo Freitas, vice-diretor e diretor científico do INL, acrescenta que esta aplicação permite “o diagnóstico de células tumorais circulantes, células que aparecem na circulação sanguínea e que são, em parte, responsáveis pelo processo de metástases, ou seja, pela progressão do cancro para outras zonas do corpo”.
 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
 
 
 
1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28
 
 
 
 
24 Fevereiro
O 4.º Seminário de Oncologia Pediátrica, organizado pela Fundação Rui Osório de Castro, realiza-se...
15 Março
O III Congresso Internacional de Imagem Médica e Radioterapia realiza-se em Castelo Branco, entre...
16 Março
O Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancro irá organizar, em Coimbra, no dia 16...
banner
© 2018PIPOP - Todos os direitos reservados.