PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


Género influencia taxa de sobrevivência após remoção de tumor cerebral em crianças
2015-09-21
Fonte: Medical Xpress

Um estudo realizado nos Estados Unidos concluiu que a sobrevida global em crianças sujeitas a cirurgia para remoção de um tumor cerebral é significativamente superior entre as meninas, que apresentam uma sobrevivência média de 8,1 anos após a cirurgia, contra 2,4 anos para os rapazes.

A pesquisa do Colégio de Medicina Weill Cornell avaliou 97 crianças e adolescentes - 43 raparigas e 54 rapazes - tratados em dois centros norte-americanos e que tinham sido diagnosticados com cancro antes dos 21 anos de idade.

Em termos gerais, as crianças sujeitas a uma remoção total do tumor apresentaram uma taxa de sobrevida global de 3,4 anos, contra 1,6 anos entre as que realizaram apenas uma remoção parcial.

Jeffrey Greenfield, autor sénior do estudo, refere que as conclusões obtidas foram surpreendentes, pois embora os tumores fossem idênticos e o tratamento tenha sido semelhante em todos os pacientes, “as crianças obtiveram resultados muito diferentes".

Num relatório publicado na revista Neurosurgery, a equipa sublinha que as suas conclusões sugerem que o género e outros fatores epigenéticos podem influenciar a formação e propagação de tumores cerebrais pediátricos, bem como a sua resposta aos tratamentos. 
 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
 
 
 
 
1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31
13 Dezembro
No dia 13 de dezembro, a Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) organiza a Conferência “Tabagismo e...
banner
© 2017PIPOP - Todos os direitos reservados.