PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


Crianças portuguesas consomem sal em excesso
2015-06-02
Fonte: press release

Um estudo da Universidade do Porto concluiu que quase todas as crianças portuguesas (93%) ingerem sal acima das recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e 25% consomem quantidades "muito elevadas" que chegam a triplicar os valores aconselhados.

A pesquisa, que avaliou os hábitos alimentares das crianças portuguesas, indica que 93% das crianças ingerem sal a mais, face ao que é recomendado pela OMS, e que 54% consomem sal acima do máximo tolerável. Apenas 8% das crianças ingerem as quantidades de potássio (legumes e fruta) necessárias.

A ingestão de sal recomendada pela OMS é de até cinco gramas por dia, mas há crianças em Portugal a consumirem 17 gramas de sal diariamente. 

Pedro Moreira, professor e diretor da Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto, foi o coordenador do estudo, que contou com a colaboração da Direção-Geral da Saúde e foi solicitado pela OMS.

A pesquisa integrou dados relativos a 163 crianças (81 meninos), com idades entre 8 e 10 anos que frequentavam escolas públicas do ensino Básico do Porto e foi feito com base na recolha de urina ao longo de 24 horas e respetivo doseamento de sal (sódio), tendo sido também avaliado o consumo de potássio, que se encontra nos legumes e fruta e contraria os efeitos indesejáveis do excesso de sal.
 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
 
 
 
 
1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31
13 Dezembro
No dia 13 de dezembro, a Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) organiza a Conferência “Tabagismo e...
banner
© 2017PIPOP - Todos os direitos reservados.