PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


Desígnios de crianças com doenças em fase terminal devem ser respeitados
2015-03-26
Fonte: Reuters

Um conselho de médicos, advogados e especialistas em ética médica no Reino Unido emitiu um novo parecer com orientações para os médicos que tratam crianças diagnosticadas com doenças graves ou em fase terminal, aconselhando estes profissionais a respeitarem os desígnios das crianças sobre o seu futuro clínico. 

As novas recomendações aconselham os médicos que lidam com crianças nestas situações a avaliarem cuidadosamente caso a caso e a respeitarem a opinião e vontade da criança, a fim de decidir se manter os tratamentos é sempre a decisão mais acertada.

O grupo de especialistas ressalva que, em alguns casos, manter o tratamento de suporte de vida irá apenas “prolongar o sofrimento perante o inevitável", sobretudo nos casos de crianças que passam por inúmeras sessões de quimioterapia ou que são sujeitas a transplantes de medula óssea ou de órgãos que não tenham surtido quaisquer efeitos.

As novas diretrizes emitidas pelo Colégio Real de Pediatria e Saúde da Criança da Grã-Bretanha serão agora cuidadosamente analisadas em todo o mundo, uma vez que este país é um dos poucos com capacidade estrutural para auxiliar os médicos na decisão sobre se e quando retirar os tratamentos de suporte de vida a uma criança.
 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
 
 
 
 
1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31
13 Dezembro
No dia 13 de dezembro, a Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) organiza a Conferência “Tabagismo e...
banner
© 2017PIPOP - Todos os direitos reservados.