PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


Sobope defende terapia lúdica no combate ao cancro pediátrico
2015-01-09
Fonte: Rspress

A Sociedade Brasileira de Oncologia Pediátrica (Sobope) considera que a terapia lúdica, também conhecida como ludoterapia, acarreta grandes vantagens para as crianças que se encontram em tratamento contra o cancro, pois atua em várias valências, contribuindo para uma maior adaptação da criança ao ambiente hospitalar.

Isis Magalhães, membro da Sobope e responsável da ala de oncologia do Hospital da Criança de Brasília José Alencar (HCB), no Brasil, defende que a terapia lúdica contribui para minimizar “os impactos da doença e do tratamento”, no sentido em que ajuda a criança a compreender o que a rodeia, oferecendo informações sobre a doença e o tratamento através de uma linguagem infantil e adaptada à sua idade.

A oncologista pediátrica considera que as crianças tratadas num ambiente lúdico revelam menos medo e maior confiança perante os procedimentos e o tratamento, “o que favorece a adesão e possibilita melhores resultados”.

A terapia assume ainda uma importância relevante ao reduzir o impacto negativo associado ao elevado stress emocional que a doença oncológica pediátrica assume na criança e na família.

A terapia procura adaptar-se à realidade atual do paciente, por exemplo, reproduzindo os procedimentos a que a criança é sujeita em bonecos. “Estimulamos os pacientes a reproduzirem os eventos a que são submetidos como expressão nas brincadeiras e extravasamento dos medos e temores acerca do tratamento. Se a criança estiver mais tranquila, a família também se sente mais segura e com mais recursos psicológicos para enfrentar a doença”, reforça Isis Magalhães.
 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
 
 
 
 
1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31
13 Dezembro
No dia 13 de dezembro, a Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) organiza a Conferência “Tabagismo e...
banner
© 2017PIPOP - Todos os direitos reservados.