PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


Abrale e IBM criam rede social destinada a doentes oncológicos
2014-11-07
Fonte: Abrale

A Abrale – Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia uniu esforços com a IBM e criou uma rede social única no Brasil, “Amar a Vida”, que reúne comunidades diversas para discussão e troca de conhecimentos e experiências relativos às doenças onco-hematológicas.

A plataforma é dirigida a pacientes com leucemia, linfoma e demais manifestações onco-hematológicas, bem como a familiares, médicos, profissionais de saúde e a todos os interessados nesta área que pretendam partilhar ideias, conhecimento e experiências, a fim de promover um debate sobre as diversas perspetivas que envolvem estas patologias.

A rede social “Amar a Vida” foi concebida com o objetivo de desmistificar e esclarecer sobre as doenças do sangue, em especial o cancro, e sensibilizar os pacientes a respeito da importância de determinados cuidados e tratamentos, “além de abrir espaço para discussão de dimensões que vão além das próprias doenças, como os aspetos sociais, familiares e psicológicos”, refere a Abrale. 

Merula Steagall, presidente da Abrale, explica que a “Amar a Vida” pretende “ajudar quem tem que lidar com o desafio de uma doença oncológica e auxiliar na tomada de decisões durante esse percurso. Os pacientes poderão partilhar as suas histórias e ter acesso às informações sobre o tema. Médicos e profissionais da saúde também terão espaço para trocar conhecimentos dentro da rede”.

A “Amar a Vida” conta já com cerca de 30 comunidades que exploram diferentes temáticas, como “Todos juntos contra o cancro”; “Gravidez”, “Sexualidade e Fertilidade”; “Cuidados Paliativos”; “Alimentação e cancro”; “Direitos dos Pacientes com cancro”; “Testemunhos de superação”; “Mães e Pais de Pacientes Diagnosticados com cancro”; “Lidando com a perda”; “Cancro e beleza”; “Mielodisplasia”; “Leucemia”; “Mieloma Múltiplo”, “Talassemia”; “Mieloproliferativas”; “Trombocitopenia Imune Primária”, entre outras.

No futuro, as entidades responsáveis pretendem que a rede esteja disponível em toda a América Latina, envolvendo, assim, as organizações filiadas à Alianza Latina.
 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
 
 
1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30
 
 
 
banner
© 2017PIPOP - Todos os direitos reservados.