PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


UMinho cria método que garante libertação direcionada de fármacos
2014-11-04
Fonte: press release

Eugénia Nogueira, investigadora da Universidade do Minho (UMinho), está a aperfeiçoar uma nanopartícula capaz de controlar a libertação de fármacos para o tratamento de algumas doenças, como o cancro e patologias inflamatórias crónicas, como a artrite reumatoide.

“A libertação direcionada e seletiva de substâncias terapêuticas para combater determinadas células é muito vantajosa, uma vez que exige menor dosagem do fármaco, não prejudica as células saudáveis e reduz os efeitos secundários”, explica Eugénia Nogueira.

O trabalho, desenvolvido por esta doutoranda em Biologia Molecular e Ambiental, assenta na caracterização de um método inovador que permite colocar ácido fólico à superfície de lipossomas – nanopartículas em estudo.

O estudo demonstrou que o ácido fólico é reconhecido pelo seu recetor existente apenas à superfície de células de cancro e macrófagos ativados.
 
O trabalho insere-se no projeto europeu Nanofol, que visa o desenvolvimento de métodos de diagnóstico/terapêutica com capacidade para proporcionar tratamentos mais eficazes do que os atualmente disponíveis.
 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
 
 
 
1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28
 
 
 
 
24 Fevereiro
O 4.º Seminário de Oncologia Pediátrica, organizado pela Fundação Rui Osório de Castro, realiza-se...
15 Março
O III Congresso Internacional de Imagem Médica e Radioterapia realiza-se em Castelo Branco, entre...
16 Março
O Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancro irá organizar, em Coimbra, no dia 16...
banner
© 2018PIPOP - Todos os direitos reservados.