PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


Portaria no Brasil promove avanços no diagnóstico e tratamento da LMA
2014-10-28
Fonte: Segs Saúde

A Secretaria de Atenção à Saúde, no Brasil, lançou uma nova portaria onde estabelece as mais recentes diretrizes nacionais para diagnóstico, tratamento e acompanhamento dos pacientes com leucemia mieloide aguda (LMA), um tipo de tumor que afeta o sangue.

Alejandro Arancibia, da Sociedade Brasileira de Oncologia Pediátrica (SOBOPE), congratulou-se com a medida, que entende como um passo importante “a favor da oncologia pediátrica, porque contempla “de forma clara e atualizada o diagnóstico e sugestões de tratamento baseado em fatores de risco” para este tipo de tumores.

Contudo, o especialista sublinha que, apesar dos avanços, esta nova diretriz não tem em linha de conta as complicações decorrentes do tratamento, como, por exemplo, a remissão da doença, além de fazer referência a vários medicamentos que o Sistema Único de Saúde (SUS) não comparticipa ou sequer foram aprovados no Brasil pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). 

“As diretrizes discorrem de procedimentos diagnósticos e terapêuticos extremamente onerosos. Na maioria dos centros, o tratamento destes pacientes tornar-se-ia inviável”, explica Alejandro Arancibia.

Carla Macedo, presidente da SOBOPE, defende que “estes pacientes precisam ser encaminhados para centros de referência especializados que possuam estes recursos para terem uma real probabilidade de cura. Para que essa diretriz seja colocada em prática, precisaremos identificar estes centros no país, criar uma rede dinâmica de referência e redefinir com os gestores de todas as instâncias a real remuneração destes procedimentos em pacientes com LMA para o SUS”.
 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
 
 
1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30
 
 
 
banner
© 2017PIPOP - Todos os direitos reservados.