PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


Telómeros mais longos associados a risco de cancro no cérebro
2014-06-13
Fonte: Medical Xpress

Uma nova pesquisa liderada por cientistas da Universidade de S. Francisco, nos Estados Unidos, revela que duas variantes genéticas comuns que originam telómeros mais longos podem aumentar significativamente o risco de desenvolver um tipo de tumor cerebral agressivo conhecido como glioma.

As variantes genéticas em dois genes que estão associados aos telómeros, conhecidos como TERT e TERC, são identificadas em 51% e 72% da população em geral, respetivamente.

A pesquisa, publicada na revista Nature Genetics, explica que, embora estas variantes estejam presentes em grande parte da população, a robustez geral proporcionada pelos telómeros mais longos supera o aumento do risco de gliomas de alto grau, que são invariavelmente fatais, mas relativamente raros.

"Há claramente elevadas barreiras ao desenvolvimento dos gliomas, talvez porque o cérebro assume uma espécie de proteção especial", disse Margaret Wrensch, autora sénior do estudo. 

As conclusões resultam de uma pesquisa que avaliou dados do genoma de 1 644 pacientes com glioma e de 7 736 indivíduos saudáveis. 
 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31
 
 
 
 
16 Janeiro
No dia 16 de janeiro, a Fundação do Gil apresenta o seu espetáculo solidário Rir Ajuda, que conta...
19 Janeiro
O 18.º Seminário do Centro de Desenvolvimento da Criança realiza-se nos dias 19 e 20 de janeiro, em...
25 Janeiro
A próxima reunião científica do Centro de Investigação em Meio Ambiente, Genética e Oncobiologia...
banner
© 2018PIPOP - Todos os direitos reservados.