PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


Investigadores desafiam mecanismo que promove formação de leucemia mielóide aguda
2011-06-07
Fonte: Instituto de Cancro Roswell Park

Apesar dos avanços consideráveis no que toca ao conhecimento do mecanismo que promove a formação e progressão da leucemia, o tratamento deste tipo de cancro permanece desafiador. Graças a doações generosas, investigadores do Instituto de Cancro Roswell Park, nos Estados Unidos, procuram uma nova forma de eliminar as células de leucemia e obter melhorias na duração da remissão.
 
Uma equipa do instituto está a explorar um procedimento celular, designado por WNT / beta catenina, associado ao desenvolvimento, proliferação e sobrevivência das células tumorais. Na leucemia mielóide aguda (LMA), dois importantes genes que suprimem esta via parecem ser silenciados, factor que assume elevada responsabilidade no desenvolvimento deste cancro e na sua recidiva.

Os investigadores pretendem agora determinar se os factores que determinam o bloqueio destes genes podem aumentar a actividade das células e testar se a terapia de reposição pode restaurar a actividade do mecanismo para níveis normais, a fim de controlar o crescimento de células de leucemia. 

O investigador responsável pelo estudo sublinha que o "êxito da segmentação poderia ter um impacto significativo sobre o aumento do período livre de vida sem cancro."
 


voltar
STQQSSD
 
 
 
1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28
 
 
 
 
24 Fevereiro
O 4.º Seminário de Oncologia Pediátrica, organizado pela Fundação Rui Osório de Castro, realiza-se...
15 Março
O III Congresso Internacional de Imagem Médica e Radioterapia realiza-se em Castelo Branco, entre...
16 Março
O Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancro irá organizar, em Coimbra, no dia 16...
banner
© 2018PIPOP - Todos os direitos reservados.