PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


Investigadores de Nova Iorque identificam mecanismo que impulsiona desenvolvimento da leucemia mielóide aguda
2011-05-23
Fonte: Cancer Therapy

Um novo estudo do Instituto do Cancro da Universidade de Nova Iorque, nos Estados Unidos, admite ter descoberto a origem da leucemia mielóide aguda, que se desenvolve através de mutações no sistema de sinalização celular designado por Notch. A descoberta pode fazer antever um novo alvo potencial para o tratamento da doença.

O mecanismo já tinha sido envolvido num outro tipo de cancro de sangue, a leucemia linfoblástica aguda das células T, segundo explica o artigo publicado na revista Nature.

O estudo avaliou mutações no sistema Notch em ratos que sofriam com leucemia mielóide aguda e em amostras de sangue de doentes com leucemia mielóide crónica, tendo sido identificadas várias mutações que bloqueavam ou reduziam a comunicação entre as células, promovendo a acumulação de células cancerígenas. 

O estudo observou ainda que a reactivação dos genes silenciados pelas mutações atribuía ao sistema Notch um papel fundamental no desenvolvimento da doença.

No artigo publicado na revista, cientistas garantem que o estudo define um novo papel do sistema Notch como um supressor da progressão deste tipo de leucemia. 
 


voltar
STQQSSD
 
 
 
1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28
 
 
 
 
21 Fevereiro
O Fórum Cancro Pediátrico 2018 realiza-se no dia 21 de fevereiro, em Lisboa. A iniciativa é...
22 Fevereiro
O 26.º Encontro de Pediatria, organizado pela ASIC - Associação de Saúde Infantil de Coimbra,...
24 Fevereiro
O 4.º Seminário de Oncologia Pediátrica, organizado pela Fundação Rui Osório de Castro, realiza-se...
banner
© 2018PIPOP - Todos os direitos reservados.