PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


Aulas de desenho ajudam crianças a superar tratamentos oncológicos
2013-08-30
Fonte: Tribuna do Norte

As aulas de desenho são uma atividade importante para ajudar as crianças que sofrem com cancro a superar melhor e de forma mais positiva os tratamentos contra a doença, bem como o período em que têm de estar hospitalizadas, afirmam especialistas e instituições que prestam apoio aos doentes mais pequenos. 

O Grupo de Apoio à Criança com Cancro (GACC) e a Casa Durval Paiva de Apoio à Criança com Cancro, instituições brasileiras que ajudam crianças que sofrem com cancro pediátrico, destacam que as aulas de desenho têm ajudado a dar mais qualidade de vida, esperança e força a estes doentes especiais. 

As duas entidades criaram parcerias, em regime de voluntariado, para permitir que as crianças em tratamento frequentem aulas de desenho e possam desfrutar de um momento de lazer, convívio e partilha, enquanto estão a receber terapias oncológicas.

Cláudia Lima, coordenadora pedagógica do GACC, explica que desenhar permite melhorar a autoestima dos mais pequenos, além de contribuir para que estes se sintam mais confiantes e alegres, o que também potencia os efeitos benéficos dos tratamentos contra o cancro. 
 
Karina Fontoura, pedagoga da Casa Durval Paiva de Apoio à Criança com Cancro, considera, por sua vez, que as aulas de desenho conseguem atenuar os problemas gerados pela doença, bem como os seus efeitos secundários. “As crianças enfrentam dificuldades todos os dias. Mas, como o nosso objetivo principal é realmente criar um ambiente de alegria para os miúdos e fazer com que esqueçam os tratamentos”, foi estimulada a sua participação em aulas de desenho, as quais têm permitido concretizar este propósito, salientou a responsável.

A pequena Laura Thallyta, de 9 anos, assistida pela Casa Durval Paiva, fala, na primeira pessoa, como as aulas de desenho a ajudam a sentir-me melhor. “Antes eu não gostava muito de desenhar. Mas, depois de vir para cá, eu comecei a adaptar-me. Aqui eu sinto-me muito feliz e quando eu saio fico muito descansada. Todos ficam felizes aqui”, revelou a criança.  

O professor de desenho Ricardo Tinoco, que abriu gratuitamente as portas do seu atelier às crianças vítimas de cancro pediátrico, sublinhou ainda que desenhar também potencia o sucesso nos estudos, o desenvolvimento da capacidade cognitiva e da criatividade, além de ser um momento de lazer e partilha importante.
 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
 
 
 
 
 
 
1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31
 
 
 
 
 
21 Outubro
No dia 21 de Outubro, a Make-A-Wish organiza a 5ª Edição do Cycle-A-Wish by Night. As...
25 Outubro
Entre os dias 25 e 27 de outubro, a cidade do Porto irá acolher o 18.º Congresso Nacional de...
26 Outubro
De 26 a 29 de outubro, decorre o 14º Congresso Nacional de Oncologia, sob o tema “Oncologia na Era...
banner
© 2017PIPOP - Todos os direitos reservados.