PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


Bactérias do mar dos Açores podem gerar novos alvos terapêuticos contra o cancro
2013-07-23
Fonte: Lusa

Uma espécie de bactérias marinhas identificadas ao largo das ilhas de São Miguel e Santa Maria, nos Açores, pode vir a gerar, no futuro, uma nova esperança no tratamento de diferentes patologias, entre as quais o cancro.

A descoberta, de uma equipa de investigadores portugueses e norte-americanos da Universidade dos Açores, Universidade Nova de Lisboa e do Centro Biotecnológico de San Diego, na Califórnia, pode antever grandes sucessos relativos à aplicação clínica destas bactérias.

Ana Lobo, do Departamento de Química da Faculdade de Ciência e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa,  explicou que o foco do trabalho foram as estirpes streptomyces, a partir das quais foi possível isolar uns compostos vermelhos conhecidos por prodigiosinas, que têm propriedades de antibióticos, anticancerígenas, antimaláricas e imunossupressoras. 

Para a investigadora, estes compostos podem vir a gerar novos alvos terapêuticos, algo que pretendem agora explorar, com o objetivo de entender de que forma será possível “aumentar a sua estabilidade” e “reduzir a sua toxicidade”.
 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
 
 
 
1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28
 
 
 
 
21 Fevereiro
O Fórum Cancro Pediátrico 2018 realiza-se no dia 21 de fevereiro, em Lisboa. A iniciativa é...
22 Fevereiro
O 26.º Encontro de Pediatria, organizado pela ASIC - Associação de Saúde Infantil de Coimbra,...
24 Fevereiro
O 4.º Seminário de Oncologia Pediátrica, organizado pela Fundação Rui Osório de Castro, realiza-se...
banner
© 2018PIPOP - Todos os direitos reservados.