PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


UMinho cria material microporoso que elimina células cancerígenas
2013-06-10
Fonte: Lusa

Uma equipa de cientistas de vários países, liderada por um investigador da Universidade do Minho (UMinho), anunciou uma nova esperança na luta contra o cancro, criando uma técnica capaz de eliminar, de forma seletiva, as células cancerígenas sem afetar as células saudáveis.

A equipa desenvolveu um novo material microporoso que atua através de iões de zinco e que tem capacidade para eliminar seletivamente alguns tipos de cancro, sem gerar efeitos ou afetar os tecidos saudáveis.

Em declarações à Lusa, o líder da equipa, Stanislav Ferdov, explicou que, em estudos laboratoriais, foi possível observar que, “na presença de quantidades muito pequenas do novo material, conseguimos a supressão seletiva de até 95% de um tipo de célula humana cancerígena ou 'imortal' e de uma célula que leva à cirrose em humanos".

Num próximo passo, a equipa, que contou com o apoio da Fundação para a Ciência e Tecnologia e com o contributo de investigadores da Academia Búlgara de Ciências, do Centro Nacional de Doenças Infeciosas e Parasitárias da Bulgária e da Universidade de Aveiro, pretende “aumentar os genótipos de cancro que possam ser inibidos seletivamente e com eficácia".

Num artigo publicado na revista RSC Advances, os especialistas explicam ainda que o material em causa permitirá testar "in vivo” e “in vitro" diferentes materiais microporosos, em combinação com vários iões metálicos.
 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31
 
 
 
 
19 Janeiro
O 18.º Seminário do Centro de Desenvolvimento da Criança realiza-se nos dias 19 e 20 de janeiro, em...
25 Janeiro
A próxima reunião científica do Centro de Investigação em Meio Ambiente, Genética e Oncobiologia...
21 Fevereiro
No dia 21 de fevereiro, o Auditório Biblioteca Orlando Ribeiro, em Lisboa, recebe o Fórum Cancro...
banner
© 2018PIPOP - Todos os direitos reservados.