PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


Terapia combinada pode beneficiar doentes com linfomas incuráveis
2013-05-16
Fonte: Science Daily

Cientistas norte-americanos preparam-se para testar em breve uma classe de inibidores que, ao contrário do que se previa inicialmente, pode ajudar muitos pacientes com linfomas – tipo de cancro que se desenvolve nas células do sistema linfático.

Os investigadores descobriram que a proteína EZH2 é um fator preponderante no desenvolvimento de cancro nas células B, podendo dar origem a linfomas de células B difusas.

Num artigo publicado na revista Cancer Cell, a equipa do Colégio de Medicina Weill Cornell, liderada por Ari Melnick, acredita que o recurso a uma terapia combinada entre um agente inibidor da proteína EZH2 e uma outra terapia-alvo pode oferecer um tratamento mais eficaz para o linfoma folicular.

Os cientistas admitem ainda que uma terapia com estas características representa uma alternativa não tóxica à quimioterapia, podendo beneficiar cerca de 30% dos pacientes que sofrem com linfomas de células B difusas. 

As descobertas, embora estejam apenas a dar os primeiros passos, surgem como um novo ânimo entre a comunidade científica, pois podem representar um novo ciclo de terapias direcionadas para doentes que padecem atualmente de linfomas incuráveis.

 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
 
 
 
1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30
 
 
01 Julho
No dia 1 de julho, a Fundação Rui Osório de Castro (FROC) organiza o seu evento anual de angariação...
22 Setembro
A 22 de setembro, a Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) irá organizar um evento onde a realidade...
26 Outubro
De 26 a 29 de outubro, decorrer o 14º Congresso Nacional de Oncologia, sob o tema “Oncologia na Era...
banner
© 2017PIPOP - Todos os direitos reservados.