PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


"É possível fazer mais gastando menos" na oncologia
2013-05-01
Fonte: Lusa

Francisco Ramos, administrador do Instituto Português de Oncologia Francisco Gentil de Lisboa (IPO Lisboa), admite que é possível poupar nos gastos na área da saúde, mas alerta que existem limites para que a redução de custos não afete a qualidade dos serviços prestados aos doentes. 

O IPO Lisboa "manteve os seus níveis de produção, em todos os tipos de atividades, e foi capaz de responder aos desafios de controlar os custos com uma redução de despesa muito importante", anunciou o responsável.

O administrador do IPO Lisboa destaca o registo de uma poupança de 8,5 milhões de euros e de uma redução de mais 2 milhões de euros com o corte nos gastos com pessoal.

Apesar das reduções conseguidas, Francisco Ramos defende que existem limites para que os cortes na Saúde não tenham impacto na qualidade dos serviços prestados aos pacientes oncológicos.
 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
 
 
 
 
 
 
1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30
 
 
 
 
 
 
26 Abril
A 25.ª edição do Porto Cancer Meeting está agendada para os dias 26 e 27 de abril, subordinada ao...
09 Maio
De 9 a 11 de maio, realizam-se as XIX Jornadas de Pediatria de Évora, subordinadas ao tema...
10 Maio
O 3.º Congresso Internacional da Associação Portuguesa de Investigação em Cancro (ASPIC) realiza-se...
banner
© 2018PIPOP - Todos os direitos reservados.