PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


Idade do paciente influencia características da leucemia
2013-04-17
Fonte: Medwire News

As crianças que sofrem com leucemia linfoblástica aguda (tipo de tumor que afeta o sangue) necessitam de uma quimioterapia menos agressiva do que os pacientes adultos.

As conclusões surgem de um estudo realizado na Universidade de Copenhaga, na Dinamarca, que avaliou dados de diagnóstico e protocolos de tratamentos de risco.

No total, foram avaliados 749 pacientes tratados segundo os protocolos da Sociedade Nórdica de Hematologia Pediátrica e Oncologia (NOPHO). A pesquisa mostrou que os pacientes com idade entre 18 e 45 anos eram mais propensos a ter leucemia de linhagem de linfócitos T do que os pacientes com idades entre 1 e 9 anos ou dos 10 aos 17 anos.

Além disso, os pacientes mais velhos apresentaram uma resposta mais fraca ao fim do 29.º dia de tratamento do que os dois grupos mais jovens, e eram mais propensos a ter uma mutação no gene MLL-AF4, obrigando-os, por esse motivo, a serem sujeitos a um tipo de quimioterapia de alto risco. 

Este tratamento foi administrado a 24% dos pacientes adultos, contra apenas 10% dos pacientes com idade entre 1 e 9 anos e 18% dos pacientes entre os 10 e os 17 anos.

As conclusões, publicadas no European Journal of Haematology, indicam, segundo os autores, que é visível uma alteração nas características biológicas da doença “com o aumento da idade, e isto pode contribuir para uma resposta menos eficaz ao tratamento observada em pacientes adultos".
 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
 
 
 
 
1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31
13 Dezembro
No dia 13 de dezembro, a Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) organiza a Conferência “Tabagismo e...
banner
© 2017PIPOP - Todos os direitos reservados.