PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


Avanço na batalha contra a leucemia
2013-03-15
Fonte: Eurekalert

Cientistas do Instituto Universitário Griffith, na Austrália, e do Instituto de Pesquisa do Hospital Infantil de Los Angeles, nos Estados Unidos, descobriram uma fraqueza crítica das células leucémicas, que pode abrir caminho para novos tratamentos.

A equipa de pesquisa tem vindo a demonstrar que as células leucémicas podem ser erradicadas pela remoção de um tipo de hidratos de carbono apresentados na superfície da célula.

O diretor do Instituto Griffith, Mark von Itzstein, líder da equipa australiana, sublinha que a descoberta é um avanço importante contra a leucemia (tumor maligno que afeta o sangue). "Verificou-se que a célula leucémica tem um hidrato de carbono alterado à superfície, que difere das células saudáveis e descobrimos que este também transmite resistência aos tratamentos," revelou.

Os cientistas chegaram ainda à conclusão de que a remoção do hidrato de carbono presente provoca uma alteração nas células, promovendo a sua morte.

Um artigo publicado no Journal of Experimental Medicine indica que a pesquisa pode levar a novas formas de combater a doença, especialmente quando a mesma se tornou resistente aos tratamentos.

"No futuro, esperamos que a abordagem estrutural para tratar todos os pacientes possa oferecer uma opção de tratamento eficaz para as crianças que lutam contra formas resistentes da doença".
 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31
 
 
 
 
19 Janeiro
O 18.º Seminário do Centro de Desenvolvimento da Criança realiza-se nos dias 19 e 20 de janeiro, em...
25 Janeiro
A próxima reunião científica do Centro de Investigação em Meio Ambiente, Genética e Oncobiologia...
21 Fevereiro
No dia 21 de fevereiro, o Auditório Biblioteca Orlando Ribeiro, em Lisboa, recebe o Fórum Cancro...
banner
© 2018PIPOP - Todos os direitos reservados.