PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


Biossensor pode ajudar a identificar tumores
2013-02-24
Fonte: Universidade de Montreal

Como parte de um estudo internacional, uma equipa de pesquisadores adaptou alguns dos mecanismos naturais usados por organismos vivos para detetar moléculas específicas, mas o seu trabalho pode facilitar em larga escala a deteção de doenças infeciosas e cancro.

Cientistas do Departamento de Química da Universidade de Montreal, no Canadá, têm trabalhado com a Universidade de Roma, em Itália, e com a Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, para melhorar a nanotecnologia biossensorial. 

Os resultados do estudo foram publicados no Journal of American Chemical Society (JACS) e o mesmo tem por objetivo “desenvolver tecnologia de biossensores para detetar diretamente na corrente sanguínea e, em segundos, doenças e moléculas de cancro. "

"Os biossensores mais recentes usados para determinar os níveis de várias moléculas, tais como fármacos e marcadores de doenças no sangue, fazem-no apenas quando a molécula está presente numa determinada concentração," sublinham os autores. Para superar essa limitação, a equipa internacional analisou a natureza. 

“As células dos organismos vivos usam frequentemente moléculas inibidoras ou ativadoras para programar automaticamente a sensibilidade dos seus recetores (sensores), que são capazes de identificar a quantidade precisa de milhares de moléculas, em apenas alguns segundos", explicam os líderes da pesquisa, que referem que, por este motivo, decidiram adaptar estes mecanismos de inibição, ativação e de sequestro para melhorar a eficiência de biossensores artificiais.

Os pesquisadores colocaram a sua ideia em prática usando um biossensor já existente para detetar cocaína, adaptando-o para responder de forma eficaz, mesmo em pequenas concentrações. 

"Além das aplicações óbvias no projeto do biossensor, este trabalho irá abrir caminho para importantes aplicações relacionadas com o desenvolvimento de fármacos para travar o cancro, uma área de importância crescente", referem.
 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31
 
 
 
 
25 Janeiro
A próxima reunião científica do Centro de Investigação em Meio Ambiente, Genética e Oncobiologia...
21 Fevereiro
No dia 21 de fevereiro, o Auditório Biblioteca Orlando Ribeiro, em Lisboa, recebe o Fórum Cancro...
22 Fevereiro
O Fórum Cancro Pediátrico 2018 realiza-se no dia 21 de fevereiro, em Lisboa. A iniciativa é...
banner
© 2018PIPOP - Todos os direitos reservados.