PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


Dificuldades no acesso a fármacos ameaçam tratamento do cancro infantil
2013-02-22
Fonte: Lusa

Uma investigação recentemente publicada na revista científica Lancet Oncology concluiu que a dificuldade no acesso a novos medicamentos é um dos principais  entraves no tratamento do cancro pediátrico.

O estudo, de cientistas de 19 países e 6 continentes, refere que a taxa de sobrevivência do cancro infantil cresceu de 30% para 80% em cinco décadas nos países ricos, mas alerta que o difícil acesso aos fármacos inovadores contra a patologia tem travado o progresso no tratamento da doença, sobretudo nos países mais carenciados.  

O cancro continua a ser a principal causa de morte por doença nas crianças com idades entre 1 e 15 anos, indicaram ainda os dados. 
 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
 
 
 
1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28
 
 
 
 
24 Fevereiro
O 4.º Seminário de Oncologia Pediátrica, organizado pela Fundação Rui Osório de Castro, realiza-se...
15 Março
O III Congresso Internacional de Imagem Médica e Radioterapia realiza-se em Castelo Branco, entre...
16 Março
O Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancro irá organizar, em Coimbra, no dia 16...
banner
© 2018PIPOP - Todos os direitos reservados.