PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


Risco de leucemia após quimioterapia persiste
2013-02-20
Fonte: Science Daily

Embora os avanços no tratamento do cancro nas últimas décadas tenham melhorado as taxas de sobrevivência de pacientes para certos tipos de tumores, o risco de desenvolver leucemia (tipo de cancro que afeta o sangue) relacionado com o tratamento mantém-se, de acordo com resultados de um estudo publicado na revista Blood, da Sociedade Americana de Hematologia.

A quimioterapia é um tratamento eficaz para combater o cancro, mas, ao mesmo tempo, determinadas substâncias revelaram em vários estudos aumentar o risco de um paciente desenvolver leucemia mieloide aguda, devido à terapia.

"No decurso de intervenções de melhoria das taxas de sobrevivência em vários tipos de cancro, aprendemos que alguns tipos de quimioterapia podem provocar danos nas células da medula óssea, aumentando o risco de um doente vir a sofrer de leucemia”, revelou o líder do estudo, do Instituto Nacional do Cancro nos Estados Unidos.

Os cientistas lembram que "estudos futuros deverão identificar pacientes com maior risco de desenvolver leucemia, de modo a que os riscos possam ser comparados com os benefícios da quimioterapia, particularmente para os tumores que apresentem uma sobrevivência a longo prazo favorável".
 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
 
 
 
 
 
 
1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30
 
 
 
 
 
 
26 Abril
A 25.ª edição do Porto Cancer Meeting está agendada para os dias 26 e 27 de abril, subordinada ao...
09 Maio
De 9 a 11 de maio, realizam-se as XIX Jornadas de Pediatria de Évora, subordinadas ao tema...
10 Maio
O 3.º Congresso Internacional da Associação Portuguesa de Investigação em Cancro (ASPIC) realiza-se...
banner
© 2018PIPOP - Todos os direitos reservados.