PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


LPCC apresenta “Testemunhos que quebram o(s) silêncio(s) sobre o cancro”
2013-01-29
Fonte: press release

A Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) apresenta em Coimbra, no dia 4 de fevereiro, segunda-feira, uma publicação que reúne uma seleção de testemunhos sobre cancro. 

“Testemunhos: Quebrar o Silêncio” é o nome do projeto que, ao longo de dois anos, recolheu várias histórias de vida, escritas na primeira pessoa por doentes oncológicos, familiares, amigos e profissionais de saúde ligados à doença oncológica. E se nem todos os depoimentos correspondem a histórias de sucesso contra a doença, há uma dimensão muito presente da importância atribuída à prevenção e um apelo forte para quem vive esta doença procurar ajuda nos outros.

Sendo um projeto originalmente desenvolvido no site e no Facebook da LPCC, surge transformado agora numa publicação que vai permitir o acesso mais alargado às narrações dos momentos de força e de coragem de pessoas que viveram de perto uma experiência de cancro. A sessão de apresentação de “Testemunhos: Quebrar o Silêncio” que assinala o Dia Mundial da Luta Contra o Cancro, tem lugar na Quinta das Lágrimas, em Coimbra, às 18h30.

O projeto que se insere no âmbito de apoio ao doente oncológico que a LPCC desenvolve, tem como principais objetivos reafirmar a esperança de quem sente que não vale a pena lutar, mostrando que é possível “vencer o cancro”; partilhar experiências, emoções e medos entre pessoas que viveram situações idênticas, reduzindo o sentimento de isolamento; incentivar uma atitude pró-ativa na luta contra o cancro pela partilha de formas de lidar com a doença e desmistificar a palavra “cancro”, bem como mitos e tabus.

Concretizando um dos objetivos da LPCC — o apoio ao doente e sobrevivente de cancro, em todas as fases da doença — “Testemunhos: Quebrar o Silêncio” estimula a partilha de vivências entre aqueles a quem já foi diagnosticada uma doença oncológica ou que acompanharam de perto esta experiência, apela a que se contrarie a tendência para o isolamento, mostra a importância de dar uma palavra de esperança, partilhar emoções e experiências e ainda contribui para desmistificar muitos mitos e tabus associado ao cancro.

Desde fevereiro de 2011, cerca de 300 doentes, familiares e amigos deixaram o seu testemunho no site da LPCC, tendo estas mensagens chegado aos mais de 500.000 fãs no Facebook da LPCC.

Na seleção que agora se fez para a publicação de 49 dos cerca de 300 testemunhos recebidos pela LPCC, os depoimentos são muito diversos: desde Nelma Pimentel que conta como recorda a leucemia que lhe foi diagnosticada aos 5 anos, passando por Cristina Pereira, uma doente oncológica com 9 anos, até José Neves, com 65 anos, que foi surpreendido depois da reforma com um cancro colorretal.

António Tinoco, a quem foi diagnosticado um cancro da mama, a Pedro Lemos que teve um diagnóstico de Linfoma de Hodgkin aos 16 anos ou a mãe de uma adolescente com melanoma são algumas das histórias presentes neste testemunho. 

Procurou-se também uma grande representatividade de tipologias de doenças oncológicas, já que é natural que cada leitor procure o testemunho de alguém que tenha vivido uma situação semelhante.
 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
 
 
 
 
1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31
13 Dezembro
No dia 13 de dezembro, a Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) organiza a Conferência “Tabagismo e...
banner
© 2017PIPOP - Todos os direitos reservados.