PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


Proteína de planta nativa tem propriedades antitumorais
2012-11-06
Fonte: Diário da Saúde

Investigadores do Instituto de Física de São Carlos, no Brasil, descobriram que a pulchellina, uma proteína existente nas sementes da Abrus pulchellus, uma planta encontrada no nordeste brasileiro e em África, possui uma atividade tóxica celular, interferindo na síntese de proteínas. 

Uma análise à pulchellina concluiu que esta proteína leva à apoptose das células (morte celular), característica que a torna uma candidata ao desenvolvimento de fármacos para o tratamento de alguns tumores.

A molécula da pulchellina é constituída por uma parte responsável pelas atividades de toxicidade e uma outra área que responde pelo mecanismo que permite a sua entrada dentro das células. 

Os investigadores estão a realizar estudos in vitro e em animais de modo a desenvolver uma formulação que permita a entrada da cadeia tóxica da pulchellina dentro da célula tumoral, sem afetar as restantes.
 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
 
 
 
 
 
 
1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30
 
 
 
 
 
 
26 Abril
A 25.ª edição do Porto Cancer Meeting está agendada para os dias 26 e 27 de abril, subordinada ao...
09 Maio
De 9 a 11 de maio, realizam-se as XIX Jornadas de Pediatria de Évora, subordinadas ao tema...
10 Maio
O 3.º Congresso Internacional da Associação Portuguesa de Investigação em Cancro (ASPIC) realiza-se...
banner
© 2018PIPOP - Todos os direitos reservados.