PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


Ímans podem gerar auto-destruição do cancro
2012-10-11
Fonte: Medical Daily

Cientistas da Coreia do Sul criaram ímans que podem impulsionar a auto-destruição do cancro. O método criado recorre a um campo magnético para promover a "auto-destruição" dos tumores malignos e foi testado em peixes vivos e células cancerígenas em laboratório.

Num artigo publicado na revista Nature Materials, os cientistas da Universidade Yonsei, em Seul, explicam que desenvolveram uma nova terapia magnética que envolve a criação de nanopartículas de óxido de ferro, que se ligam a anticorpos ou proteínas produzidas pelo sistema imunitário do corpo, quando são detetadas substâncias e corpos estranhos.

As nanopartículas de ferro ligam-se às moléculas nas células cancerígenas e quando o campo magnético é ativado, é dado um sinal que promove a auto-destruição do cancro.

Os resultados, apesar de muito preliminares, são fascinantes, e os especialistas lembram que há ainda um longo caminho a percorrer antes que a técnica possa ser testada em seres humanos, no entanto, esta é uma prova de como cientistas de todo o mundo estão empenhados na luta contra o cancro.
 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
 
 
 
 
 
 
1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30
 
 
 
 
 
 
26 Abril
A 25.ª edição do Porto Cancer Meeting está agendada para os dias 26 e 27 de abril, subordinada ao...
09 Maio
De 9 a 11 de maio, realizam-se as XIX Jornadas de Pediatria de Évora, subordinadas ao tema...
10 Maio
O 3.º Congresso Internacional da Associação Portuguesa de Investigação em Cancro (ASPIC) realiza-se...
banner
© 2018PIPOP - Todos os direitos reservados.