PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


Novas moléculas sintéticas ajudam sistema imunitário a combater cancro
2012-08-30
Fonte: Pharma.about.com

As chamadas moléculas de recrutamento de anticorpo (ARM, na sigla em inglês) representam uma nova classe de moléculas em desenvolvimento que pode vir a ser "um novo paradigma" no tratamento de uma ampla gama de doenças, incluindo infeções e cancro.

As ARM estão em desenvolvimento no Departamento de Química da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, através de estudos que têm em vista um futuro tratamento eficaz contra o cancro, infeções por estafilococos, VIH/sida e outras doenças.

Estes produtos químicos sintéticos - ARM - podem melhorar a resposta imune ao trabalharem na ativação do sistema imunológico de modo a aumentar a sua capacidade de atuação.

Os compostos apresentam duas extremidades. Uma reconhece as células que causam doenças e a outra alerta os anticorpos do corpo para as destruir. As moléculas em causa não têm como finalidade eliminar diretamente as células nocivas, mas sim impulsionar a ação do sistema imunitário.

As ARM para o cancro já foram testadas em ratos de laboratório e, de momento, os cientistas estão a avaliar moléculas para combater o VIH/sida. Estes compostos apresentam vantagens em relação a alguns medicamentos mais recentes para doenças auto-imunes, pois são mais estáveis e podem ser tomados por via oral.

Além da vantagem para os doentes, em termos de custos de produção, estes compostos não necessitam de processos biotecnológicos caros e complicados, refere o artigo publicado no ACS Chemical Biology, que remete este novo campo de pesquisa para uma "interface da química orgânica e imunobiologia." 
 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
 
 
1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30
 
 
 
banner
© 2017PIPOP - Todos os direitos reservados.