PT
Pesquisa
Um projecto da Fundação Rui Osório de Castro


Cão de programa de terapia infantil nos EUA recordado com carinho
2012-08-02
Fonte: Universidade de Medicina da Carolina do Sul

Os funcionários do hospital recordam com ternura e saudade a labrador Lola que durante sete anos serviu de grande alento às crianças do Programa de Crianças Medicamente Frágeis, passeando-se com um chapéu de aniversário enquanto fazia visitas às crianças.

Lola integrava um programa de tratamento no Hospital Pediátrico da Universidade de Medicina da Carolina do Sul (MUSC na sigla em inglês), nos Estados Unidos, e faleceu no passado mês de julho com 14 de idade.

De acordo com Pat Votava, dos Serviços de Administração para a Infância, Lola era um cão doce, amável e gentil. "Eu gosto de pensar que ela agora está alegre e a abanar a cauda por estar rodeada de muitas das crianças que ela tanto amava."

Lola começou a trabalhar em 2005 na MUSC como cão de terapia para o Programa de Crianças Medicamente Frágeis por decisão de uma equipa de fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais e da fala que entenderam como benéfica a opção de introduzir o animal na sua terapia com as crianças, com o intuito de as incentivar a andar a pé pela sala, sobretudo na ala de oncologia pediátrica e de pacientes com fibrose cística.

Michelle Hudspeth, diretora do Departamento de Hematologia/Oncologia Pediátrica do MUSC, recorda o animal com saudade: "Lola animou alguns dos dias mais difíceis para os nossos pacientes”.

“Os sorrisos que ela trouxe aos rostos das crianças e os risos que colocou nos seus corações são de valor inestimável", lembra ainda Isabel Virella–Lowell, pediatra no Instituto de Pesquisa Infantil.
 
Notícias relacionadas


voltar
STQQSSD
 
 
1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30
 
 
 
banner
© 2017PIPOP - Todos os direitos reservados.